Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Três Milímetros

Quando te conheci tinhas apenas 4 semanas e 3 milímetros. Eu? 1,60 metros, nem penses que vou dizer o peso e 29 anos no cartão do cidadão. A aventura de uma mãe inexperiente a viver a mais avassaladora experiência de todas

Três Milímetros

Quando te conheci tinhas apenas 4 semanas e 3 milímetros. Eu? 1,60 metros, nem penses que vou dizer o peso e 29 anos no cartão do cidadão. A aventura de uma mãe inexperiente a viver a mais avassaladora experiência de todas

Carta a ti, filho mais novo (a dias de te ter nos braços)

Escrevi uma carta ao teu irmão cinco dias antes de ele nascer. Reparo agora que ainda nunca te escrevi (desculpa, filho mais novo!) mas já te enviei muitas cartas em pensamento. algumas, sms curtas. Outras, longas conversas. Houve de tudo nestes nove meses em que começamos o nosso caminho conjunto. Peço-te muitas vezes desculpa, não sei se me ouviste fazê-lo. Pelas vezes em que me esqueci que povoavas a minha barriga, mas sem nunca deixar de te querer. Quero-te muito. Pelas vezes que não lemos para ti ou cantámos para a barriga com a periodicidade de um relógio suíço com que o fizemos para o teu irmão três anos antes. Queremos-te muito. Quando me sinto culpada penso que a falta de atenção personalizada in útero é compensada com a animação que ronda a minha barriga todos os dias. O teu irmão a cantar (e como ele gosta de cantar), o teu irmão a conversar (é um tagarela, vais ver), a fazer da barriga onde te aninhas uma pista de helicópteros, estrada montanhosa para carros, encosto para mimos e lenço para lágrimas. E os beijinhos que te dá, fará quando estiveres cá fora. Já és o seu “vicentinho”, diz a toda a gente o teu nome e diz que és dele. Imagino-te aí dentro a rir à gargalhada com a música do tomatinho vermelho que o Simão transformou no hit do verão e até desconfio que já vais nascer a gostar da patrulha pata e do kody kapow, os desenhos animados de eleição do mano. Tu terás os teus. Se serão os mesmos ou não ainda não sabemos. Só Quero que sejas feliz como o teu irmão (e já agora que durmas a noite toda e comas bem como ele Ahahaha) mas quero que sejas tu próprio. Estou muito curiosa para saber como serás, o que te tirará do sério, o que vai fazer os teus olhos brilhar, qual será a tua primeira palavra e a tua primeira paixão. Mas temos tempo, todo o tempo do mundo, vem quando estiveres preparado, por muito que a minha vontade seja dizer-te ‘anda, despacha-te!’ :) Estou pronta para te pegar ao colo e te embalar, quero que saibas meu amor. Prometo fazê-lo a vida toda. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub