Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Três Milímetros

Quando te conheci tinhas apenas 4 semanas e 3 milímetros. Eu? 1,60 metros, nem penses que vou dizer o peso e 29 anos no cartão do cidadão. A aventura de uma mãe inexperiente a viver a mais avassaladora experiência de todas

Três Milímetros

Quando te conheci tinhas apenas 4 semanas e 3 milímetros. Eu? 1,60 metros, nem penses que vou dizer o peso e 29 anos no cartão do cidadão. A aventura de uma mãe inexperiente a viver a mais avassaladora experiência de todas

Carta a ti, filho mais novo (a dias de te ter nos braços)

Escrevi uma carta ao teu irmão cinco dias antes de ele nascer. Reparo agora que ainda nunca te escrevi (desculpa, filho mais novo!) mas já te enviei muitas cartas em pensamento. algumas, sms curtas. Outras, longas conversas. Houve de tudo nestes nove meses em que começamos o nosso caminho conjunto. Peço-te muitas vezes desculpa, não sei se me ouviste fazê-lo. Pelas vezes em que me esqueci que povoavas a minha barriga, mas sem nunca deixar de te querer. Quero-te muito. Pelas vezes que não lemos para ti ou cantámos para a barriga com a periodicidade de um relógio suíço com que o fizemos para o teu irmão três anos antes. Queremos-te muito. Quando me sinto culpada penso que a falta de atenção personalizada in útero é compensada com a animação que ronda a minha barriga todos os dias. O teu irmão a cantar (e como ele gosta de cantar), o teu irmão a conversar (é um tagarela, vais ver), a fazer da barriga onde te aninhas uma pista de helicópteros, estrada montanhosa para carros, encosto para mimos e lenço para lágrimas. E os beijinhos que te dá, fará quando estiveres cá fora. Já és o seu “vicentinho”, diz a toda a gente o teu nome e diz que és dele. Imagino-te aí dentro a rir à gargalhada com a música do tomatinho vermelho que o Simão transformou no hit do verão e até desconfio que já vais nascer a gostar da patrulha pata e do kody kapow, os desenhos animados de eleição do mano. Tu terás os teus. Se serão os mesmos ou não ainda não sabemos. Só Quero que sejas feliz como o teu irmão (e já agora que durmas a noite toda e comas bem como ele Ahahaha) mas quero que sejas tu próprio. Estou muito curiosa para saber como serás, o que te tirará do sério, o que vai fazer os teus olhos brilhar, qual será a tua primeira palavra e a tua primeira paixão. Mas temos tempo, todo o tempo do mundo, vem quando estiveres preparado, por muito que a minha vontade seja dizer-te ‘anda, despacha-te!’ :) Estou pronta para te pegar ao colo e te embalar, quero que saibas meu amor. Prometo fazê-lo a vida toda. 

Várias

Simão: Hoje tive muitas saudades tuas quando estava no meu tabaio (trabalho)

 

Simão: Porquê que a nossa casa não fica molhada com a chuva?

 

Simão: No teu tabaio (trabalho) há camas?

 

Simão: Hoje vou do(r)mir com a minha mamã, tá bem?

 

Simão: Mamã queres uma música? Tá bem, Simão vai cantar para a mamã: Autoest(r)adas, estão sempre a cair, vai furar a roda, depois vem o reboque, Autoestradas, sempre a descer, vai mudar de terra... (e a letra vai variando ao ritmo da tua imaginação)

 

(2 anos e dez meses)

Malandro

Enquanto te dou banho e a água de lavar o cabelo te deixa as pestanas a pingar:

Mamã: Simão tu és só meu, eu não dou o meu Simão a ninguém, o meu Simão é só meu (em jeito de lengalenga)

Simão (com as mãos a esfregar os olhos e o dedo em riste): Eu também não dou a minha... Eu também não dou a minha... Eu também não dou a minha... ÁGUA... a ninguém :)

(ahahahaha)

 

 

Carnaval

Simão: vais mascarar-te de quê, mamã?

Mamã: de mamã!

Simão (depois de pensar uns segundos e fazer ar intrigado): mas tu já és mamã! 

 

:) (tens toda a razão filho, que resposta tonta dei: ser tua mãe não é disfarce, é a minha maior alegria todos os dias do ano) 

 

(2 anos e nove meses) 

(foste mascarado de urso - a um disfarce normal de urso castanho, comprado no início de janeiro via internet - juntamos a boneca Masha que a tia N. Deu (e que é um gel de banho da Wells) e tcharam: passaste a ser o Urso dos desenhos animados Masha e o Urso :) 

 

atualização: na terça feira de Carnaval quando me chamas à cama de manhã dizes: Hoje posso não ir de urso? :)

Tu, aos dois anos e 8 meses

Gostas de:

carros, carrinhas, autocarros, motas, tratores (mas mais de carros). Sabes que os carros têm volante, matrícula, luzes, motor, rodas. adoras reboques e dizes que os carros quando andam depressa estragam as rodas e têm que ir à oficina. Também gostas de dizer que é por causa dos pregos da estrada. reconheces a léguas um pneu furado na rua (se calhar ainda antes dos donos do veículo). começaste a falar de dinossauros agora (têm uma cabeça grande e normalmente aparecem à hora do jantar). Gostas do jogo de memória dos animais e sabes a maioria dos nomes. adoras fitacola e cortar com a tesoura bocadinhos de papel. quando desenhas normalmente são estradas mas também já desenhaste pessoas (tu dizes que são e nós acreditamos, pelo menos têm pernas muito compridas). Gostas de legos, principalmente de fazer carros com legos e de brincar com o comboio...de legos. já passaste uma fase mais ativo na tua cozinha mas volta e meia pões o avental e ainda fazes sopa para nós. gostas de ir às compras a brincar. pegas no carrinho da boneca Elsa (batizada por ti em homenagem à boneca das primas com que tanto brincaste no verão passado) e lá vais tu pedir "ao sinhori" bananas, maçãs, cenouras. tens muita imaginação e fazes muito jogo simbólico. no outro dia eu disse-te: o que está o trombudinho a dizer? (o teu boneco querido que dorme contigo desde os cinco meses/te acalma desde sempre) o "tombuinho não fala, ele é um brinquedo". perante a minha perplexidade acrescentaste: "mas é muito amigo do Simão" :) no outro dia viste um sol desenhado com olhos e disseste: "o sol não tem olhos" e foste logo riscar. Riscar para ti é apagar. na escola tens duas grandes amigas e cúmplices, a M. e a G. e quando elas não estão ficas 'desasado' (como diz a educadora). Passaste uma fase há pouco tempo em que choravas para ficar na escola de manhã mas resolvemos tudo com uns corações nas nossas mãos (minhas e tuas) para olharmos para eles e não termos saudades :) Comes bem, mas coisas simples e nada de extravagâncias: massa, arroz, carne estufada, bife grelhado, peixe no forno, massinha com peixe, frango estufado. há poucas semanas apaixonaste-te por tomate e até já comes "cenouras minusculinhas" misturadas no arroz. comes muito bem a sopa e adoras fruta (principalmente banana, maçã, pêra, morangos e pêssegos). na televisão adoras ver a porquinha peppa, o thomas e os seus amigos, a masha e o urso, a Olivia, o Billy Bam Bam e a mais recente paixão é o Blaze. Sobre carros, claro :)

 

És um amor, filho <3

aiiiiiiiiiii aguenta coração

Ao terceiro dia em casa com a avó, já sem febre, de manhã:

Simão: Mamã o que vamos fazer hoje?

Mamã: O Simão fica em casa com a avó M, mas amanhã já vai à escola.

Simão: E a mamã?

Mamã: A mamã vai trabalhar...

Simão: (suspira profundamente e diz): O Simão não gosta que a mamã vá para o trabalho o dia todo :(

 

(dois anos e oito meses)

inquietações

depois de ver um episódio do 'Carteiro Paulo' em casa da avó e de o descrever ao pormenor:

Papá: na nossa rua também há um carteiro que vem todos os dias

Mamã: mas não é o carteiro Paulo

Simão: como é que ele sai da televisão?

 

(dois anos e oito meses)

Metáfora da vida

Depois de me ver com umas meias antiderrapantes com um macaco pendurado que nunca tinha visto:

Simão: 'quéio' umas meias iguais às da mamã

Mamã: Não tens umas meias iguais, mas tu tens muitas meias giras, vou buscar um par à tua gaveta

Simão: Mas eu 'quéio' iguais às da mamã

Mamã: Fazemos assim: quando fores crescido e o teu pé crescer, a mamã dá-te estas meias, boa ideia?

Simão: Xim mamã e depois o teu pé fica muito pequenino e a mamã pode usar os sapatos do Simão

 

(dois anos e oito meses)

25 meses e meio

Gostas de: Carros Motas Bicicletas Garagens Autocarros Pôr-nos a desenhar qualquer um dos acima citados

Queijo fresco Iogurte grego

(Tentamos que sempre natural) Água Chá frio ou quente Praia Mar Falar muito Perguntar tudo Cozinhar na tua cozinha Panelas Sapatos Ir ao parque Cantar

Dançar (pões o rabo para fora e agitas as mãos à frente) Abrir e fechar portas Ver quem toca à campainha

Acordar com calma Rua Apanhar flores

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D